agatha christie mapa astral.jpg

Fonte: Astro Databank – Rodden Rating: A

 

O DISCURSO DESENHADO NO CÉU
A análise do mapa natal da escritora Agatha Christie aqui apresentada tratará exclusivamente de sua escrita: gênero, assunto ou pano de fundo no qual a trama se desenvolve e seus personagens. Transcreverei aqui a inscrição de sua escrita no céu, a escrita feita profissão, o universo fictício com o qual alcançou reconhecimento e fama. Não me deterei outras em análises.
As pistas que me levaram a desvendar as inscrições do caso, ou melhor, o testemunho das regências, dispositores, termos, estrelas fixas, Lotes Árabes e antíscias(1) me levaram ao enredo inscrito no céu de Agatha Christie.

A escrita como trabalho
A escrita, a palavra como profissão, aparece na Casa X e também no testemunho do Lote Árabe do trabalho.
A Casa X em Gêmeos promete uma profissão mercurial. Mercúrio, que tem sua natureza ligada à comunicação, promete uma profissão que tem algo a dizer. A profissão de Mercúrio é sempre a de articulador: unindo interesses em uma negociação, ligando os pontos até encontrar a lógica do caos aparente ou simplesmente juntando as palavras em um discurso coerente.
O Ascendente do mapa em Virgem, também sob a regência de Mercúrio, testemunha sobre a forma final da palavra comunicada e a impressão que causa, o estilo com o qual é feita. Saturno no Ascendente garante que a comunicação se construa com exatidão, os chistes e o silêncio são seus aliados. O Senhor do tempo ensina que os limites da palavra se alargam nos detalhes, nos significados particulares que só o discernimento cirúrgico pode alcançar. Como regente da Casa V testemunha a relação da profissão mercurial com a arte.
Além da disposição, a relação de tempo ascensional liga Saturno e Mercúrio em recepção. Mercúrio em Libra, Casa II, dá ao discernimento de Saturno o peso e a ponderação das relações financeiras. O discernimento cirúrgico se veste em um discurso agradável, levando a escuta e a escrita para as curiosidades e animosidades. Mercúrio está na Casa V a partir da X testemunhando a profissão como comunicação artística. Regendo a Casa IV a partir da X se utiliza dos segredos e das relações familiares para articular sua comunicação.                                                                                                  Mercúrio e Saturno se relacionam por antíscia. A oposição do Antíscion de Mercúrio em Peixes na VII e do Antíscion de Saturno em Virgem no Ascendente testemunham o desafio e a dualidade da escrita de Agatha. A autora narra a ficção, um enredo em que a verdade tem que ser escondida do leitor – Mercúrio em Peixes – mas essa máscara tecida sobre a realidade deve ser coerente com aquilo que esconde. Mais do que isso, a máscara da ilusão deve transparecer de forma sutil, quase imperceptível, a verdade por trás dos fatos, para que que ao final o joio possa ser separado do trigo – Saturno em Virgem.
Saturno se liga por seu Antíscion – 20ºáries47’ – ao Lote do trabalho.                                      O Lote do trabalho(2) está sob a regência de Marte, em 21ºáries33’, na Casa VIII. Marte como regente promete mortes violentas, com crimes cometidos em segredo, envolvendo relacionamentos familiares e seus bens materiais – Marte regente da Casa VIII na Casa IV. A angularidade de Marte dá importância ao seu testemunho como significador da profissão.(3)
Na regência da Casa III, Marte mescla crimes à comunicação. Agatha Christie poderia ter sido uma jornalista criminal não fossem os testemunhos de Casa V, que fizeram de sua profissão a escrita, a literatura. Marte está na Casa IX a partir do Lote do trabalho, uma Casa que assim como a III está ligada à escrita. Seu Antíscion o coloca na Casa V, a Casa X do Lote, testemunhando a arte em sua profissão.

 

A escrita e sua trama

“Me especializei em assassinatos de interesse silencioso e familiar.” Agatha Christie
Os romances de Agatha Christie são o objeto final de sua profissão. Os romances são a Casa III em Escorpião (signo mudo), regidos por Marte, também regente da VIII e localizado na Casa IV, a da família. Seu dispositor Júpiter faz Antíscion na Casa III.
A Casa VIII leva às páginas dos romances mortes, crimes e segredos envolvendo relações familiares e seus bens, sendo a localização e motivo inseridas por Marte na Casa IV.
O Sol, regente da XII, aplica-se à Marte em quadratura e é recebido por termos. Após uma difícil investigação, as questões antes ocultas e mantidas em silêncio, revelam-se motivação do crime e denunciam o culpado. Por Antíscion o Sol vai para sua exaltação na Casa VIII, iluminando os segredos por trás do crime e testemunhando o dinheiro do outro como sua motivação.
A trama de segredos familiares é testemunhada também pela recepção mista entre Mercúrio e Júpiter. Mercúrio recebe Júpiter por triplicidade e termos, e por sua vez é recebido por termos. Júpiter é regente da Casa IV e lança seu Antíscion na Casa III em Escorpião aspectando o Antíscion de Mercúrio na Casa VII. O inimigo, o antagonista do romance – Mercúrio em peixes – tem seu lugar determinado na trama pela recepção com Júpiter, que o coloca sob a pele de parentes, esposa, irmãos, primos ou até de vizinhos, sempre alguém que frequenta a casa e/ou as relações familiares.

“No que diz respeito às grandes somas, o mais recomendável é não confiar em ninguém.” Agatha Christie
Nas obras de Agatha Christie os crimes têm motivações financeiras.
A Casa III dá abrigo a Vênus – que tem sua natureza e significação essencial ligada às relações. Regente da Casa II, ela traz os assuntos financeiros aos relacionamentos e romances, colocando o dinheiro como medida das relações.
Vênus dá vida às traições, às personagens astutas e sem caráter, que inseridas no convívio familiar, cometem crimes em nome de ambições financeiras – Vênus disposto por Marte, regente da Casa VIII e posicionado na IV.

“O assassino costuma ser um antigo amigo da vítima.” Agatha Christie
O Lote dos amigos(4) em 18ºleão22’ na Casa XII faz dos amigos inimigos ocultos. Seu regente, o Sol, lança seu Antíscion em Áries- Casa VIII, conjunto por signo ao Lote dos irmãos(5) em 08ºáries32’. Os assassinos são aqueles amigos considerados como irmãos, como parte da família.                                                                                                                        O Sol em Vigem está conjunto à estrela Denebola, da constelação de Leão, que lhe concede a característica de ser o causador de eventos emocionantes e que o levarão à desgraça pública e à ruína.
O Sol está na II a partir do Lote dos amigos, indicando o desejo de poder financeiro. Nos termos de Marte, promete a violência nas ações em nome desse desejo, e seu dispositor Mercúrio, que tem seu Antíscion na Casa VIII do Lote, confirma que amigos cometerão crimes par satisfazer sua ganância.

“A versão aceita de certos fatos não é necessariamente a verdadeira.” Agatha Christie
A conjunção de Capulus, da constelação de Perseu, com o MC na casa IX, a da justiça, acrescenta que as pistas que identificam o culpado estão à vista de todos, mas não são vistas.
O crime, seus segredos – Marte em Sagitário, disposto por Júpiter – tem como culpado mais evidente um empregado ou alguém socialmente inferior à vítima – Júpiter na Casa VI. Essa é a versão aceita dos fatos, mas não é necessariamente a verdadeira. O criminoso deve ser disposto ao crime e não o contrário. E é em seu Antíscion, na Casa III, que Júpiter é disposto por Marte. Repetindo o que foi dito acima: o criminoso é o parente, a esposa, o irmão, o amigo, um primo ou até um vizinho, mas sempre alguém que frequenta a casa e/ou as relações da família.
Algol, também da constelação de Perseu, marca o MC em oposição ao Antíscion de Júpiter. Júpiter olha nos olhos de Medusa! Algol é o castigo, a condenação do criminoso.
Abro aqui um parênteses para comentar algo sobre Algol e sua mitologia: Medusa teve castigo sem ter cometido crime. Mas em seu castigo era relembrado e castigado, a cada rosto petrificado pelo seu olhar, o crime cometido por Poseidon. Afinal não se pode castigar os deuses.

Os detetives – personagens mais famosos

Curiosamente, a profecção do mapa de Agatha Christie para os anos em que os mais famosos detetives de seus romances fizeram sua primeira aparição, desenha os traços desses personagens.
“Poirot é uma figura extremamente extravagante, não é nada modesto. É um grande fã da ordem e do método, daí estar sempre impecavelmente vestido. Poirot usa, como único meio para suas investigações, a psicologia humana, desvendada através de interrogatórios.”(6)
Sua primeira aparição foi no romance “O Misterioso caso de Styles”, publicado em outubro de 1920. Naquele ano o signo da profecção foi Peixes. A Casa X da carta profectada em Sagitário tem Júpiter como regente, mas é Marte que é visto por todos. Poirot é Marte em Sagitário, o rabugento dono da verdade. O trígono de seu Antíscion em Capricórnio com Saturno em Virgem lhe concede a meticulosidade exagerada, o método e a organização. O inimigo declarado, Sol na Casa VII da profecção, em quadratura aplicativa, recebido por termos, coloca nas mãos do detetive Poirot, ou melhor, de Marte, o seu destino. A regência da Casa IX da profecção por Marte testemunha a atuação do detetive em favor da Lei, destinando os culpados à justiça.
Já a personagem Miss Marple: “é uma anciã que mora na pequena aldeia inglesa de St. Mary Mead. Às vezes, é considerada confusa ou caduca, mas quando passa a resolver mistérios, mostra ter uma mente lógica e afiada, e um conhecimento incomparável da natureza humana com todas as suas fraquezas, forças, truques e excentricidades. Atua como detetive amadora e desvenda os mais intrincados mistérios, baseando-se apenas em seu profundo conhecimento da natureza humana.”(7) Sua primeira aparição foi no romance “Assassinato na Casa do Pastor”, publicado em outubro de 1930.
Naquele ano o signo da profecção foi Capricórnio e a Casa X profectada está em Libra, exaltação de Saturno. Miss Marple é Saturno em Virgem. Sua oposição ao Antíscion de Mercúrio – Mercúrio em Peixes na Casa III da profecção – é a representação celeste da “senhora de raciocínio afiado e meticuloso… muitas vezes tomada por caduca”. Vênus, regente da Casa X da profecção, dignificado por triplicidade e termos, recebe em seus termos, Saturno em sextil aplicativo, testemunhando o reconhecimento do trabalho de Miss Marple. Como regente da Casa V testemunha sua atuação como amador nos casos em favor da justiça, Saturno na IX. Essa atuação, desvendando crimes como hobbie, tem outro testemunho na oposição de Vênus a Casa V profectada.(8)

A escrita é a ação que se faz palavra

As delineações feitas a partir dos testemunhos do significador do trabalho, Lote e Casa X deixam clara a inscrição da escrita policial como profissão no mapa de Agatha Christie. Dos aspectos decorrentes desses testemunhos revelaram-se a motivação, o gênero e o ambiente dos romances. Pela profecção desvelaram-se as características de dois personagens dos seus romances.
Ainda que sem referências de astrólogos que tenham utilizado as relações que desenvolvi, exclusiva entre o Céu e a obra de um escritor, o resultado parece-me satisfatório. Mas não posso afirmar que todos os escritores trazem sua escrita desenhada em seus mapas dessa forma.
O que pude observar é que o mapa de escritores apresenta, com muita frequência, uma relação entre ASC, Casa III ou IX, e a presença de Marte e Mercúrio(9). Afinal a literatura é a ação feita da palavra.

(1)Utilizadas conforme consta no segundo livro da obra de Firmicus Maternus.                (2) A fórmula do Lote é ASC + Júpiter – Sol, sendo invertida para os mapas noturnos.      (3) Autores como Guido Bonatti, Paulus Alexandrinus, Ptolomeu e Abu Ali Al-Khayyat apontam que Marte, Vênus e Mercúrio são os planetas significadores da profissão e a angularidade é um dos testemunhos que define qual deles seria esse significador.          (4)  A fórmula do Lote dos Amigos é ASC + Espírito – Fortuna, sendo invertida para os mapas noturnos.
(5) A fórmula do Lote dos Irmãos é ASC + Júpiter – Saturno sendo invertida para os mapas noturnos.                                                                  (6) https://pt.wikipedia.org/wiki/Hercule_Poirot                                                                        (7)  https://pt.wikipedia.org/wiki/Miss_Marple
(8) “66 – Ainda que toda casa possua acidentalmente as significações pertencentes essencialmente à casa oposta, o senhor de uma casa unicamente tem ação sobre os significados essenciais de sua casa e não sobre as acidentais, a menos que se encontre fisicamente nesta ou governe o senhor da casa oposta à sua.” 112 regras de Morin de Villefranche.
(9) Entre os mapas em que observei tais relações posso citar os dos seguintes escritores: Anaïs Ninn, Balzac Dostoievski, Zelda Fitzgerald, Virginia Woolf, Sylvia Plath, Henry Miller, Goethe, Hemingway e Baudelaire.

 

BIBLIOGRAFIA
Citador em: <www.citador.pt> Acesso em novembro de 2016 
Ano 1154 Constellations of words disponível em: <www.constellationsofwords.com> Acesso em novembro de 2016
MATERNUS, Julius Firmicus Matheseis Libri VIII Tradução CMM, QHP Ed, Biblioteca Sadalsuud
Espaço Astrológico em: <www.espacoastrologico.org> Acesso em novembro de 2016
Astrologia Medieval em: <www.astrologiamedieval.com> Acesso em novembro de 2016